sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A paixão pelo time de futebol

   
   Pessoal, no próximo post retorno com as Histórias do Condomínio, mas antes vamos brincar um pouco de futebol? *


   A paixão pelo time de futebol é um sentimento quase inexplicável e o mesmo podemos dizer do próprio esporte. Por que a atração de boa parte do Planeta em um jogo entre duas equipes, onze pessoas de cada lado, que entre chutes objetivam colocar a bola dentro da rede do adversário?
   Quando gostamos de futebol e temos verdadeira paixão por algum time, nem sabemos explicar porquê de nossa escolha, parecem faltar palavras ou serem tantas que é melhor gritar “gol” e pronto! Deixar tudo por isso mesmo.
   Assim acontece na nossa vida em outras preferências, e mesmo no sentimento de amizade ou quando nos apaixonamos por alguém, tudo sucede como se já estivesse escrito e não sabemos explicar direito. Meu avô já torcia para esse time; o hino é o mais bonito; seu símbolo me marcou desde a infância; gosto mais dessa cor, que da outra; meu tio só falava dessa equipe; é o time da minha região, e por aí vai.
   Ao contrário, quando não gostamos de algo, tecemos verdadeiras teses para fundamentar as hipóteses numa busca da racionalização do fato, o que geralmente conseguimos.
   Como outras paixões e bons sentimentos, o time de futebol acontece em nossa vida e se transformará em amigo de longa data.
   Quem gosta de futebol sabe o que é essa abstração, pois nos sentimos como se estivéssemos ali mesmo, dentro do campo, com a bola nos pés e a esperança de ver um jogador com nossa camisa fazer uma bicicleta sem rodas; aplicar um chapéu no adversário, mas daqueles que não se usa na cabeça; um drible da vaca, sem vaca. Verdadeira batalha em cada jogo, às vezes, por um único gol.
   Quando nossa equipe nos proporciona esse gol, seja em que situação for, sempre vai parecer que foi marcado nos três minutos finais de uma prorrogação;  e, mesmo que tenha sido feito com a ponta da chuteira, todo desajeitado, será  inovador como o de Leônidas da Silva; um drible simples, e já veremos Garrincha vestindo a camiseta; um jogo será uma batalha; o campeonato, uma guerra;  e a vitória, mesmo que regional, vai nos parecer da Grande Mundial, porque é o nosso emblema que nos dá orgulho e nos identifica ao longe.
   É a paixão pelo time de futebol que, como qualquer outro bom sentimento que eleva e faz sonhar, também nos faz vida, assim, sem explicação, simplesmente acontece. 


*Crônica publicada nos Jornais: NH (Novo Hamburgo); 
Correio Rural (Viamão) e Correio de Gravataí.


   Neste vídeo, o músico gaúcho Humberto Gessinger faz um mix dos hinos do Grêmio e do Internacional, grandes rivais aqui no Rio Grande do Sul. Muito legal! Ficou uma espécie de fairplay musical.




Pequisa Humoremconto

Nos comentários, peço para que coloquem o 
time de futebol pelo qual cada um tem paixão.
Em novembro, quando o blog estiver completando um aninho, divulgo o time mais votado 
e nomino todos citados. 
Assim, revelamos a paixão de todos!

54 comentários:

  1. Meu time de paixão é o:

    GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE!

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  2. Lindo o vídeo e claro a parte melhor ficou com o hino do INTER... Não torço pelo time, mas pelos torcedores dele aqui de casa,
    rs...

    beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Cissa, que post legal, e me impressiona como esse esporte consegue despertar essa paixão que chega a ser avassaladora, às vezes perigosa. Gosto de futebol, mas não sou fanático, nem acompanho os jogos do meu time. Sou torcedor do Santa Cruz aqui em Pernambuco, atualmente ele está na 4º divisão, mas nesse domingo que vem, provavelmente ele suba pra 3º divisão, e é a maior torcida do Brasil, duvida, então sempre está sendo noticiado no Glogo Esporte a média dos jogos do Santa, que ultrapassa a média nacional, é 35, 40, 45 mil torcedores em cada jogo, é muita coisa.

    Gosto do Grêmio, se eu fosse gaúcho torceria por ele. Já a Bel é Inter, não é?

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Me perdoem todos os que escreverem aqui sobre futebol, mas o meu time está anos luz à frente do de vocês... Com uma estória recente fundado apenas em 1935 e com tantos títulos a mais que esses timin hos por aí... Hahahahahahahahaha acho que vcs todos se espelham na gente, afinal a gente pra crescer tem que se espelhar no melhor e quem é o melhor?
    São Paulo futebol clube! O triclolor mais querido do mundo...

    ResponderExcluir
  5. Eu sei explicar um pouco a paixão, mas eu gosto muito de pesquisar a origem da coisas e não encontrei aiinda nada convincente acerca do futebol para os brasileiros, o basebol para os americanos, por exemplo. É algo que me intriga e me fascina. Eu sou um apaixonado pelo futebol arte ( e não a indústria do futebol, como tem se transformado o esporte). E o meu time do coração é o CRUZEIRO. Abração, Cissa. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  6. querida amiga cecília,
    talvez esse seja o encanto maior do futebol: o mundo na ponta de um pé. racionalidade? ora, a vida já no-la impõe de tantas formas e em tantos momentos; sejamos deuses, pelo menos no retângulo mágico, e ainda que por breves instantes.
    beijinho!
    O meu clube preferido é o glorioso BENFICA - o maior clube do mundo (não, não estou a brincar; é mesmo, em número de associados). a propósito, logo haverá nova sessão de unhas roídas: o glorioso joga às 20.15h :)
    p.s. cá em portugal, um grémio vs inter será assim uma espécie de benfica vs sporting. todavia, nos últimos anos, talvez por haver uma certa emergência de vitórias do fc porto, os dérbis que opõem o benfica ao o clube da cidade invicta são os vividos de modo mais intenso.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post, Ana!!!!
    Será que preciso dizer? Minha imagem diz tudo! hehehehehehehehe Sou colorada, nasci colorada, vou morrer e se existe mesmo isso, reencarnar colorada... hehehehehehehehehehe Sport Club Internacional o ÚNICO Campeão de Tudo do Brasil!!!!!!!!! (sempre na 1ª divisão, claro!) \o/

    Jorge, em Portugal sou bem afeita ao Sporting... rsssss

    ResponderExcluir
  8. Bom Cissa.
    Eu costumo dizer que as pessoas costumam ser mais fiéis aos times de futebol do que ao resto todo.
    É realmente inexplicável essa paixão mundial.
    Sou torcedora do maior dos maiores.
    O time da Vila mais famosa do mundo.
    SANTOS FUTEBOL CLUBE.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Cissa!
    Estou viajando agora pelos campos de minha vida afora.
    Com emoções alegres e apertadas, no calor das vibrações dos estádios lotados. Do Olímpico e do Beira-Rio; do Pacaembu e do Morumbi, do Maracanã e do Mineirão. Das pegadas impressionantes do Manga, do Inter; Do Gilmar, do Santos; do Raul, do Cruzeiro.
    Das jogadas de Pelé e Coutinho; de Carpegiani e Falcão; de Dirceu Lopes e Tostão.
    Há muitos times de várzea (da cidade) para lembrar, em tempos idos. E mais idos, ainda, lá na infância de minhas roças queridas. Havia times famosos para nós crianças da minha região, tais como o União Martins, das terras de minha família, no lugar chamado Córrego São Pedro. De outros Córregos, times tais o Diamante, o Campestre o Quebra Coco e muito mais.
    Hoje, nos alegramos com as jogadas do Ronaldinho Gaucho e de Neymar.
    Então, o coração bate forte, por muitas lembranças de vários tempos.
    No final de tudo, o coração está com o CRUZEIRO.
    Obrigado, Cissa, por me permitir esta viagem no tempo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Eu sou um profundo apaixonado pelo futebol. Acompanha esse esporte desde os meus tempos de criança, onde o rádio era o meu fiel companheiro, tanto foi que me tornei profissional dele, tempos depois. O futebol era muito pouco televisionado, como acontece hoje. Olha, eu costumo dizer que todo grande clube tem uma grande torcida, mas só o Flamengo tem uma nação. Sempre que tenho oportunidade de andar por esse país, fico até, espantado. Talvez esse seja o termo, ESPANTADO, tamanha é a paixão e o grande número de torcedores do Flamengo nesse país. Eu não vou, me estender muito, não, afinal, falar dessa minha paixão é deixar o coração falar. Só consigo deixar de pensar como torcedor quando escrevo no blog, principalmente se o assunto for futebol. Aí tenho que ser imparcial. Talvez muitos aqui não acreditem, mas sei separar as duas coisas muito bem. Do contrário, sua credibilidade fica abalada. O rádio me ensinou a ter tal comportamento, que se refleti no blog. Cissa, Continue com o Grêmio onde o Grêmio estiver. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  11. Eu também tenho um amor e uma paixão enorme pelo Vasco da Gama, linda sua postagem.Beijos

    ResponderExcluir
  12. A paixão futebolística é tão bizarra, que quando a miss Brasil (gaúcha), no concurso do miss universo, disse que era gremista, o pessoal aqui em casa começou a torcer para a angolana. hahaha E pior que isso é normal acontecer. Pararmos de simpatizar por alguém pq torce pro time A ou B. Beira a ignorância. Mas como todo sentimento é algo incontrolável. Muitas vezes não gostaríamos de sentir ou agir dessa forma.

    Porém tem o outro lado, acho que a paixão é algo massa, mas não o fanatismo.

    Enfim, é o que eu sempre digo. As 3 melhores coisas da vida são: Orgasmo, Ver teu time ser campeão e azeitonas! :D

    Beijããoo

    www.jimcarbonera.com

    ResponderExcluir
  13. Sou Colorada e nada muda este sentimento!

    O único do RS,sempre na primeira divisão. O campeão de TUDO,o único campeão Brasileiro INVICTO,o mais vitorioso em clássico regional

    ResponderExcluir
  14. Oi minha amiga,

    Post excelente, sobre uma das maiores paixões do brasileiro.

    Eu já disse uma vez que o futebol é uma das poucas irracionalidades inexplicáveis a que eu me permito(rsrsrs). Não dá pra explicar logicamente que um esporte praticado num campo com duas balizas e uma bola possa causar tanta emoção nas pessoas, a ponto de fazer marmanjos feitos como eu chorarem feito crianças de vez em quando (rsrs)

    Minha paixão é o Mengão. Já nasci rubro-negro, peguei a fase áurea daquele time mágico do Zico e Cia. De lá pra cá foram algumas tristezas, mas infinitas alegrias, e eu acho que é por isso que eu jamais consefuirei largar essa paixão pelo rubro-negro. É a minha cachaça. (rsrs)

    Grande beijo Cissa.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite, Cecília
    Lamento não poder dar a minha contribuição... mas não percebo nada de futebol. Nem gosto!
    Sei que há 22 homens a correr atrás de uma bola, não sei bem para quê... Acho que podiam dar uma bola a cada um e acabavam logo com a contenda :)))
    Falando sério, não percebo mesmo nada. De qualquer modo, penso que não haveria interesse em falar-lhe de um clube de futebol português... não é verdade?

    Muito obrigada por suas simpáticas palavras elogiosas acerca das "10 coisas de que não gosto".
    Quando vc publicar as suas me avisa, tá?

    Bom restinho de semama. Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Cecilia,
    Club Atlético Boca Juniors,
    saludos.

    ResponderExcluir
  17. Meu time do coração é o inter mas como amo futebol já torci para o grêmio do Felipão aquele que com Paulo Nunes e Jardel que jogava na raça com o Palmeiras-Parmalat uma potência econômica na época.Quem ama futebol gosta de ver espetáculo em campo e os craques que são os artistas.Nunca esqueço aquela cena num clássico Barça-Real Madrid onde o Ronaldinho gaúcho entorta todo o time do Real faz o gol e é aplaudido de pé pelos pelos torcedores do Real Madrid. Este é o futebol que aprecio e a lambreta do Damião do Inter nos argentinos; na internet tem o lance narrados por eles,os caras não acreditaram no que ele fez se entra aquela bola ele não precisava mais jogar.parabéns á todos que amam o esse maravilhoso esporte.

    ResponderExcluir
  18. Não sofro dessa patologia futebolistica, mas, por convenção, costumo dizer que sou gremista por hereditariedade e, com isso, não ser deserdado pelo meu pai... hehehehehehe... Contudo respeito todas as paixões, até às da bola...
    Adorei o posto... Manda para o jornal!!!
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  19. Pra mim a maior diversão do futebol é tirar sarro dos amigos que torcem para o time rival.
    Quando isso acontece, é um verdadeiro show de desculpas esfarrapadas do porque do time não ter jogado bem.
    Aqui na Gauchália temos o Campeão de Tudo e o Campeão de Nada.
    Para qual deles vocês acham que eu torço?
    Pois é, acertaram.
    Abraço, Ana.

    ResponderExcluir
  20. A pedido da Ana, meu time é o Internacional.
    Sempre esqueço da abrangência e do alcance dos blogs, e de como expressões comuns para nós são desconhecidas para quem lê nossos comentários.
    Até a próxima ,Ana.

    ResponderExcluir
  21. Sou a única estranha no ninho aqui. Não torço por nenhum time. Futebol pra mim, só em época de Copa! - rsrsrs

    O texto está excelente. Tu mostra todo teu gosto pelo esporte;escreveu com a alma!

    Até, Ana!

    ResponderExcluir
  22. Olá Cissa,
    Não sou fanática por futebol. Apenas entro em campo quando se trata de copa do mundo.
    Meu time de coração é o CRUZEIRO. Chega a ser divertida a rivalidade existente aqui entre o Atlético e o Cruzeiro. Quando há jogo das equipes
    só se ouve gritaria das janelas dos prédios vizinhos. Uma loucura!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Oi, Cissa, Cissinha!

    A paixão pelo futebol nasce...não sei dizer. Ninguém saberia. Como explicar essas coisas? E ao ler esse texto lembrei dos tempos de criança, quando chutava uma bola pelos terrenos baldios onde montávamos umas "traves" com uns galhos de árvores - e nada de acertar a "trave"! - e transformávamos aquilo em um Maracanã.

    Eu gostava de jogar no gol. Sim, goleiro. E era um bom goleiro, modéstia à parte e como sempre acontecia na hora de escolherem os times. Pena que a miopia e o uso de óculos abreviaram minha curta carreira rs. Mas a cada defesa que eu fazia eu gritava ou pensava nele, no grande goleiro uruguaio Rodolfo Rodrigues, simplesmente o melhor arqueiro que eu já vi jogar - e olha que eu acompanho muito futebol. Esqueça aquele lance patético com o Ronaldo e lembre-se de Don Rodolfo na seleção uruguaia, no Nacional de Montevidéu e no SantosFC. Se o termo "idolatria" no futebol se aplica a algum jogador, para mim, eis aí um ídolo.

    Ah,mas sempre há quem diga que "futebol é o ópio do povo". Há até que relacione o fato do Brasil ser um país pobre porque o brasileiro é "fanático por futebol". Que nada, ingleses, espanhóis, italianos e alemães amam futebol, veja os estádios e como eles torcem. Não é o que se compare ao fanatismo ou a intensidade de uma torcida como a do Flamengo ou do Bahia, mas eles são apaixonados pela bola também.

    Infelizmente, também, há aqueles que excedem no quesito paixão e apelam para a violência no intuito de proclamar uma "grandeza" do clube. Estes, sim, deveriam ser banidos dos estádios. O futebol não os merece!

    Bom, Cissa, você já deve ter percebido que meu time do coração, o "motivo do meu riso, de minhas lágrimas e emoção" ( como canta o hino) é o SANTOS FUTEBOL CLUBE, em que o hino continua "é um orgulho que nem todos podem ter". E é realmente um orgulho e tanto para os santistas, afinal é o time que teve "apenas" Pelé como grande ídolo e maior jogador... e a tradição dos "meninos da Vila" é algo antigo: começou lá na década de 20 com a famosa linha dos 100 gols, depois vieram Pepe, Edu, Clodoaldo, Juray, Pita e os mais recentes Diego, Robinho e agora Neymar. ( e tem mais um moleque bom, mas bom de bola MESMO aparecendo nas categorias de base do Santos! Mais alegria pelos lados da Vila Belmiro)

    Beijinho, Cissa, camisa 10! :)

    ResponderExcluir
  24. Olá Cissa,
    O Humor em conto falando sobre futebol é uma maravilha. Você poderia fazer algo parecido como a história do condomínio e uma partida de futebol.
    Sei lá, só uma dica.
    Meu time de coração é o único tricolor que existe no mundo:
    FLUMINENSE F.C.

    Bom final de semana pra você e família.

    ResponderExcluir
  25. Oi Ceccinha.... cheguei atrasada mas cheguei...rs

    Amei sua crônica....acho muito bacana esta desmistificação do futebol que foi acontecendo nos ultimos tempos. Futebol já nnão é mais assuntos só para homens.

    Minha filha sabe tudo. Tabelas, campeonatos...tudinho..

    Eu não sou ligada a futebol, mas torço para o Palmeiras, time de coração do meu esposo e do meu pai, A bru é São Paulina.

    Um beijinho..aproveita bem te final de semana!!

    ResponderExcluir
  26. Ai... ai... como eu gosto do Fernandão...

    ResponderExcluir
  27. E o dia no dia do jogo parece que fica mais alegre. Um clima de festa e a ansiedade de chegar a hora.
    Uns torcendo contra outros a favor. Aqui no meu meio a maioria é Sãopaulino, poucos são corinthianos. Temos um vizinho corinthiano e a esposa palmeirense . Um sobrinho também Palmeirense
    Eu na verdade tenho simpatia pelo São Paulo e sou como a Chica disse:Torço pelos torcedores de casa

    Um bom final de semana

    ResponderExcluir
  28. Ana, querida, como bom flamenguista que sou, não podeira deixar de parabenizá-la por seu texto: maravilhoso!

    Abração,

    Rodrigo Davel

    ResponderExcluir
  29. Hallo Ana,
    das beste Team der Welt ist Bayer Leverkusen.
    Hugs!
    Pass den Google-Übersetzer hahaha.
    Verpasste lieber Freund.

    ResponderExcluir
  30. São Paulo futebol clube.
    Alguns títulos queme lembro.

    6 brasileiros
    3 mundiais.
    3 libertadores.
    21 paulistas.
    1 campeão da super copa.
    2 pequena taça do mundo.
    1 campeão super paulistão.
    1 taça Los Angeles city.
    1 Torneio da amizade.
    2 recopa sul americana,
    1 campeão Rio/São Paulo.
    1 torneio de verão.
    1 copa conmebol.
    1 toreneio de Firenze.
    1 quadrangular de Léon.
    1 Torneio Luiz Henrique Rosas.
    1 Torneio Nunes Freire.
    1 Tereza Herrera.
    1 troféu Ramón de Carranza.
    1 Pentagonal de Guadalajara.
    1 Torneio Santiago de Compostela.

    ResponderExcluir
  31. Hola Anita,
    el equipo es Boca Juniors,

    Aquí juegan al fútbol:
    6 libertadores
    y otros.
    besos

    ResponderExcluir
  32. Boa noite, Cecília
    Só para que não me chame "desmancha prazeres"... vou lhe dizer, sem sombra de dúvidas, com toda a convicção, que o melhor clube de futebol português é o Sporting Club de Portugal, o do leão :)))
    Claro que continuo a não terceber nada de futebol, e o que escrevi no parágrafo anterior é apenas uma manifestação de solidariedade familar - conjugal e maternal - já que cá em casa pai e filho são "maluquinhos" pelo Sporting.
    Pronto, já cumpri a minha missão :)))

    Uma noite feliz e bom domingo. Beijinhos

    ResponderExcluir
  33. Cissa! Engraçado isso de não saber o porque do gostar ou não, né?! Tava falando disso com uma amiga, não faz muito tempo, ela disse que não gosta de amendoim e o motivo não existe "porque não e pronto"; e eu tentando procurar o motivo de eu gostar do sotaque britânico hahaha

    Não torço pra nenhum time, mas algo legal acontece: os times de Recife são Sport, Santa Cruz e Náutico, se o jogo é entre times do nordeste e o Sport estiver no meio a torcida vai ser para que ele perca, se for o Náutico ou Santa jogando eu torço para que eles ganhem, se for clássico a torcida sempre será contra o Sport; porém, se for um time daqui contra um do sul/sudeste a torcida vai ser para o daqui, mesmo que esse seja o Sport. =D hahaha Em resumo, CONTRA o Sport deve ser meu time.

    ResponderExcluir
  34. OLá Cissa!

    Que bela coincidência. Em NOvembro meu blog também faz seu aniversário de 1 ano.

    Sobre o texto, sem palavras. A Paixão pelo futebol é isso mesmo. me lembro até hoje da primeira vez que entrei no Murumbi aos 6 anos de idade para ver um jogo do meu São Paulo contra o Grêmio. Vencemos a partida por 3x2. Mais estar alí, no estádio, no coração do meu time, aquilo foi um dos momentos mais sem explicação da minha vida. Futebol é isso mesmo. Essa paixão que a gente nem sabe da onde vem, nem consegue explicar.


    Um abraço meu e um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  35. o interessante é notar que o futebol é uma simulação de batalha, existe tudo que se tem em um confronto, e por isso tambêm sou assiduo torcedor. Meu time do coração é o tricolor paulista, S.P.F.C o time que mais ganhou libertadores no Brasil e para mim, o melhor time do mundo.

    ResponderExcluir
  36. Oi, Cissa!
    Sua crônica está maravilhosa!
    Feita com a sabedoria da autora e a paixão da torcedora.
    Realmente o fascínio por um time de futebol a explicação a razão desconhece.
    Sou aficionado pelo esporte, todavia não chego a ser fanático. Sou um torcedor moderado, pois aprendi a aceitar as derrotas de meu time.
    Você está certa: o gol é um êxtase inefável. Vale a pena assistir a um jogo, mesmo ruim, na expectativa do gol salvador do certame e do escrete.

    O Brasil todo torce para meu time, que é o Flamengo: uma metade torce a favor e a outra torce contra.

    Querida, parabéns pela bela crônica!
    Desculpe o comentário atrasado, é que fiquei sem sinal por um dia. Até aqui a vida é frágil.

    Obrigado pelo carinho e ótimo fim de semana para você e família!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  37. Postei uma coisa inspirado pelo Pam, como sempre,alem do André e do professor Elyam, sempre conto com sua presença.

    Um beijo companheira de oficio !

    ResponderExcluir
  38. OI Ana, adorei o texto, realmente a paixão clubista é uma coisa completamente inexplicável. Realmente se troca de tudo: país, religião casamento, mas nunca de time.
    Eu sou um sportinguista com alma colorada (sorry), então uma coisa bastante irracional pois as cores do colorado são as cores do nosso maior rival e benfica(ate fico mal disposto por pronunciar este nome).
    não podia deixar passar a oportunidade de referir a arrogância dos simpatizantes desse timeco afirmando serem os maires do mundo!!Só se do mundinho deles ahahahah!!!
    Saudações leoninas!!!

    ResponderExcluir
  39. Oi,guria.
    Sou colorada,mas não me pergunte quem joga no meu time pq não saberia responder.Futebol é uma arte...para muitos.Eu me reservo o direito de achar que futebol gera muito dinheiro,verdadeiros cartolas,muita sujeira por debaixo dos panos,e salários astronômicos enquanto um medico ganha uns míseros trocados para salvar vidas.Por tanto,futebol para mim,passa reto!
    Boa semana,bjka e na tua menina tbm

    ResponderExcluir
  40. Cissa... dessa vez acho não ter demorado muito né?! Li o post do dia das crianças... lindo!
    E adorei o texto... não só pelo fato de ser futebol que uni tantas pessoas, mas pela comparação em alguns pontos de nossa vida. Adorei, e me trouxe uma boa reflexão!
    E claro o meu time do coração, o FLAMENGO,o único time que tem duas torcidas, os flamenguistas e os anti-flamenguistas kkkk'.
    Sou flamengo desde pequena e todos aqui em casa são!

    Sobre seu recado no meu último post, obrigada pelas dicas, foi de grande importância. Ando muito ansiosa, e nervosa ultimamente e ler me acalmou mais.

    Beijos
    http://leticiabarcelos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. Como boa sofredora, rsrs, sou gremista, óbvio!

    Abração!

    ResponderExcluir
  42. Oi Cissa,

    sim, eu também cresci ao lado do meu pai ouvindo o jogo no radinho de pilha... nem sabia porque mas já torcia junto com ele.

    Pena que meu time tá quase lá, na segundona. mas eu não deixo de torcer por ele, esteja onde estiver, meu time o a GALO, Clube Atlético Mineiro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  43. Boa noite minha loirinha linda!
    Vc instiga até no futebol,kkkkkkkkk,eu sou um zero a esquerda...que pena não entrar para o seu time e nem dos amigos...
    Mas deixo um beijo com carinho prá ti amiga querida!

    ResponderExcluir
  44. Essa batalha é gostosa de participar. Claro que alguns momentos, se perde o controle, e vemos cenas desagradáveis, mas futebol é tudo de bom. O meu time tá daquele jeito, mas nunca abro mão dele. Avante Palestra! Avante Palmeiras!

    Que texto bom de ler, Cecília.

    vejo meu novo post no blog!

    abraços.

    ResponderExcluir
  45. BOCA JUNIORS
    Lo mejor del mundo
    saludos desde Bsas

    ResponderExcluir
  46. Oi Cissa! :)

    Paixão...paixão...eu só sinto mesmo, quando o Brasil está jogando a Copa do mundo.
    Mas, aqui em casa, somos todos torcedores do Atlético Mineiro. Acontece, que um dos meus filhos casou-se com uma torcedora fanática do Cruzeiro, e foi aí que começou a confusão...rs
    Quando a Bruna nasceu, Guilherme comprou um uniforminho do Atlético pra ela, mas, minha nora, como boa cruzeirenze, não colocou o uniforme no bebê.
    Acontece, que por sorte, Bruna (e agora também Daniel), nasceu em São Paulo, e já "virou" torcedora do São Paulo (inclusive tem até a camisa), e isso evita que ela crie "saia justa" entre a mamãe e o papai.
    Pelo visto, o irmão vai pelo mesmo caminho.
    :)))

    Então, para todos os efeitos, pode constar que eu sou atleticana.

    Beijão pra você, e fique bem.

    Cid@

    ResponderExcluir
  47. Os clubs são outros.

    Mas por cá

    a paixão é a mesma!

    Bjsss

    ResponderExcluir
  48. Cissa, Cissinha!

    Tudo bem?

    Quero agradecer ao comentariããão lá no meu blog, gostei bastante! E você sempre contribui positivamente por lá! Obrigado mesmo! :)

    E também para desejar uma ótima semana pra você, que seja leve e tranquila!

    Beijinho e te cuida por aí! :)

    PS: e esse "bendito" horário de verão! 02:24 no horário de Brasília, 01:24 no "horário de Deus" como diz minha avó. Até as insônias ficam mais difíceis assim rsrs

    ResponderExcluir
  49. Yo soy de Aupele.
    He visto tu nombre en ella.

    Peñarol.

    Abrazos.

    ResponderExcluir
  50. Querida
    Eu nem havia comentado porque não tenho atração pelo futebol. Mesmo em época de copa, meu interesse se restringe ao resultado dos jogos, não sinto aquele clamor para assistir.
    Entendo que o futebol é uma paixão, para a maioria. E, muitas vezes, em nome desse amor, até se descuidam de fatores mais importantes e são facilmente subornados pelo governo, no sentido de levar a atenção do povo para o outro lado. Mas o que é bem aproveitado, dá um enorme prazer. E isso percebo nos rostos dos torcedores (rss).

    Bjs.

    ResponderExcluir