sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Notícias do tempo

Fotografia de Jorge Pimenta

Resultado de minha parceria com o poeta Jorge Pimenta

Colocou a mão sobre o pedaço de jornal rasgado pelo homem. Sentiu-se arranhada pela tinta negra que se afogava nas digitais. Arabescos gravados em fibras de algodão com aroma de doce caseiro. A retina colheu grifos desordenados no que restara do papel areia. Nele, uma breve notícia sobre o tempo. Nos escritos da mulher, os tempos de outrora.

são assim as viagens do corpo
em cada dia de amores tristes:
envelhecem retinas
nos polaroids sem negativo,
algures nos pedaços sépia das notícias dos homens
dos jornais de vida
dos olhares pretéritos.

Fragmentos colados nos pulsos cantam como pássaro livre, mas ali, secos e inertes, no que se transformaram: pontos de tinta em papel.

sabem que um dia foram frutos da verdade
das suas meias mentiras
e dos segmentos de respiração
que aceleram o peito
e agitam alvoroços
no encontro das palavras com os dedos.

Notícias breves a saltar somente em sonhos.

um só homem,
uma só mulher,
e tantos tecidos por remendar
em linha cor de precipícios
comprimento de vendaval
num único compasso de tempo
[não o que rasga nomes com a tinta dos dedos
mas o verdadeiro,
aquele que se confunde com a respiração]
o tempo que inventa o mecanismo perfeito do
silêncio:
desce pelas paredes
rebola pelo chão
penetra os objetos
engole conversas
engravida o ar
para, no olhar seguinte,
o coração ser apenas promessa:
talvez uma hora depois…
talvez depois do calendário…
talvez nunca mais…

Tempo instável com muita nebulosidade, previsão de chuvas para as próximas horas, temperatura máxima em torno de 15 graus, com mínimas de 8 graus à noite.

Colocou a mão sobre o pedaço de jornal rasgado pelo homem. Nele, uma breve notícia sobre o tempo. Nos escritos da mulher, os tempos de outrora.


Jorge Pimenta & Ana Cecília Romeu

Marisa Monte & Paulinho da Viola, Dança da Solidão

217 comentários:

  1. Bah!!!Arrasaram!!!Lindo demais,parabéns e já a foto é lindíssima e inspiradora! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chiquinha,
      obrigada, amiga! Sempre presente. A foto do Jorge é sensacional, não só pelos elementos fotográficos de composição, bem como pela dramaticidade e o "clima" que se encaixam na proposta.
      Beijos

      Excluir
  2. Que lindo!! Arrasou mesmo!! Amei e o final foi tudo!! Tem poemas que tem finais estranhos, mais este perfeito!! Amei!!
    E a musica, nem fala né? Tudo!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jane gatinha,
      obrigada. Que bom que você gostou. A ideia é essa que a música também participe do conjunto.
      Beijos

      Excluir
  3. Cissa, que vc é linda no que escreve já virou cliche nee...Mas este poema tem um "q" diferente...A foto faz-se entender o que vem adiante, como um amor complicado e com "tantos remendos para fazer"...Simplismente incrivel, a foto faz viajar a uma época onde romance era romance algo que queimava o coração e levava a alma apaixonada a loucura...haha..viajei agora ne...Mas foi lindo...
    Bjo qrida e inté...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jozy, minha maninha mineira,
      uai! Ficou com clima de "amor antigo", não é mesmo?
      "romance que era romance, algo que queimava o coração"...
      Beijinhos, inté!

      Excluir
  4. Cissa,

    Já tive amores por estação, mas sempre me dediquei com maior intensidade aqueles que surgiam no verão com jeito de inverno. Linda viagem!

    Beijos.

    Ku

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciana,
      "aqueles que surgiram no verão com jeito de inverno".
      Linda também tua viagem nesse comentário!
      Beijinhos, nova amiga!

      Excluir
  5. BOMMMMMMMM DIAAAAAAAAAAAAA
    ANA...BELÍSSIMO O ESCRITO!!!!!


    BRUNO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno,
      obrigada, bons dias para você também.
      Abraços!

      Excluir
  6. Lindo demais, não podia ficar sem aparecer para prestigiar esse trabalho inédito: fruto de um desejo quase sexual entre a prosa e a poesia; "cria" da amizade e parceria entre uma publicitária/escritora/brasileira e de um poeta/professor/lusitano (ambos meus amigos). Ficou muito bom!
    Abraços do amigo Dilso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dilso, meu querido amigo!
      Este foi o grande desafio, unir dois mundos diferentes que caminhassem de mãos dadas: prosa - poesia; brindados pela amizade, com certeza.
      Obrigada, amigo, sua presença sempre é esperada por aqui! Abração (nas meninas também)

      Excluir
  7. querida amiga cecília,
    numa fugida entre papéis e contas, eis-me aqui apenas para te dizer que esta parceria é um duplo prazer, para mim: por um lado, uma experiência de escrita que julgo ter ligado bem dois estilos e duas sensibilidades literárias com as suas próprias identidades; por outro, a certeza de que a amizade é mais ligeira que todos os ventos e oceanos. vejo-me aqui com uma dupla distinção: permitires-me partilhar contigo a escrita e concederes-me a tua especial amizade.
    um beijinho imenso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido amigo Jorge,
      esta parceria representou um tanto de desafio de convívio de duas propostas literárias.

      Quero salientar o quanto foi enriquecedor para mim todo esse processo literário, e tua companhia que muito honrou-me.

      Obrigada por viajar entre as letras comigo, e também pela amizade: "mais ligeira que todos os ventos e oceanos", aquela que diminui milhares de quilômetros em centímetros e dá frutos como este que provamos aqui.
      Seria um dióspiro? :)
      Um beijinho imenso!

      Excluir
  8. Olá, querida amiga Cissa!

    Isso aí é uma obra-oprima. Harmonia perfeita tanto na forma quanto no conteúdo.
    O estilo poema-em-prosa lembrou muito o grande Drummond.
    As Moiras costuram até o fado de Cronos.
    O tempo efetivo é o ideológico, ao passo que o empírico é irrelevante.
    Jorge Pimenta, além de bom amigo, é um poeta genial e um par perfeito para você, em quem sempre vi também um boa veia poética.
    Ficou belo e magnífico. Gostei muito.

    Abraços e parabéns para ambos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bentinho,
      agradeço muito as tuas palavras, sempre embasadas e lúcidas.
      Sim, a ideia foi entrar pelos caminhos poéticos e explorá-los, fiquei feliz se já havia percebido a tal "veia" em mim.
      Com certeza, o Jorge Pimenta é um poeta genial e um grande amigo.
      Muito obrigada pela presença!
      Grande abraço!

      Excluir
  9. Cissa, me lembrei de quando conheci seu blog, foi parecido com essa poesia, você e o Jim trabalharam juntos em uma poesia lembra? rsrsrs...eu gosto muito dessas poesias compartilhadas! É lindo, e as palavras fortes me deixam navegar no tempo, ou nas estações não é mesmo?
    Vocês são ótimos, em sintonia perfeita!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lê,
      "navegar no tempo, ou nas estações" (!!!)
      Muito sensível você, querida amiga :)
      Sim, me recordo que nos conhecemos em função da parceria que fiz com o Jim.
      Beijos

      Excluir
  10. Olá Cecília, já felicitei os dois poetas no blog do Jorge, mas quis conhecer mais a fundo a amiga. Adorei. Parabéns e beijos com carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosa-branca,
      obrigada pela atenção e a visita!
      Muitos beijos!

      Excluir
  11. Ana:

    Romantismo perspicaz e intenso no encanto da poesia entrelaçada ao som de Paulinho e Marisa Monte é muito luminoso.
    Linda criação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tihugo,
      o romantismo que brota não sei da onde, e continua não se sabe por que, "perspicaz e intenso", e a música a dar um toque de luz, não é mesmo?
      Obrigada, amigo!

      Excluir
  12. Uia, que bonito, Cissa!
    Cheio de palavras difíceis, com uma ótima mensagem e muito bem escrito... mandou bem!!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai, Ricky!
      Brigadão!
      Que bom que gostou.
      Beijuss

      Excluir
  13. Cissa,Cissinha,

    tudo bom?

    Ok, vamos lá...

    Imagens e conteúdos intensos: a fugacidade do tempo e a imprevisibilidade que tantas vezes procuramos deter e - ah, ingenuidade,quão ingênuos somos! - procuramos controlar! E há algo "melancólico" também...não, o melhor termo é "agridoce", pois isso traduz melhor o meu sentimento ao ler tais versos e a prosa. Ecos de sua xará Cecília, a Meireles.

    A prosa e a poesia estão muito bem "casadas" - e não podia ser diferente, porém destaco essa qualidade que muitas vezes falta ( e como falta!) em trabalhos assim. Unidade e equilíbrio como não vejo por aí. Vocês - Ana Cecília e Jorge Pimenta - estão de parabéns.

    Beijo, Cissa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaiminho,
      perfeita tua colocação do termo "agridoce", o que acaba definindo a melancolia, mas também a certeza de dois sabores diferentes, contemplados em um mesmo prato.
      Obrigada pelas palavras!
      Beijos

      Excluir
  14. Bonjour !
    Oufff c'est le fin de semaine et tant mieux, car elle n'a pas ete de tout repos !
    Et deux jours sans rien faire, sont bien merités
    J'ai beaucoup de retard afin de repondre a mes visite, faut pas m'en vouloir.
    Tu a mis un tres beau texte
    Tres bonne soirée
    Cordialement
    \\\|///
    \\ - - //
    ( @ @ )
    oOOo-(_)-oOOo-------------------------------
    Chris http://sweetmelody87.blogspot.com/
    ------------Oooo-------------------------------
    oooO ( )
    ( ) ) /
    \ ( (_/
    \_)

    http://nsm01.casimages.com/img/2009/02/22/090222035421505743195257.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chris,
      merci pour vos belles paroles.

      Ce texte a été fait avec toute la préparation, une quantité de travail à fournir au lecteur, à vous, à tous ceux qui passent par ici, un regard sur l'amour.

      Bon week-end pour vous.
      Gros câlin.

      Excluir
  15. Inusitado! É isso que me vem primeiro à mente. Junção perfeita e inimaginável de prosa e poesia.
    viajamos nas palavras sobre os amores que vêm e vão, como as estações e a previsão do tempo.
    Parabéns aos dois! Ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mana Bel,
      que bom que gostou, obrigada!
      Pois é, tocaste num ponto fundamental, o inusitado, o ligar dois mundos aparentemente difíceis de comporem um único, ou até "inimaginável".
      Beijinhos!

      Excluir
  16. Reação após a leitura:
    Aquele risinho de satisfação ao ler esses versos que explodem a literatura a cada expressão tão bem escrita e despejada como se fossem vestígios litúrgicos.

    Um dia me disseram assim:
    -Não gosto de ler poesias porque quase nunca entendo o que querem dizer.

    Eu sorri e falei:
    -Se você não entende, então sinta.

    Eu sempre acreditei que ninguém escreve poesia para explicar cálculos matemáticos ou regras de português. Escreve-se poesia para tocar o âmago de quem a ler, para despertar uma lembrança antiga ou uma fantasia futura. Lê-se poesia para flutuar no tempo e nos espaços de si mesmo. Para exercer a imaginação e transformar detalhes em ondas frenéticas ao aventurar-se num mundo mágico que inventamos a cada verso lido.

    Parabéns aos dois por terem provocado essa viagem nas linhas temporais, tão únicas e com sensações diferentes em cada um!

    Beijos querida Ana, simplesmente um encanto essa literatura toda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jay,
      eu sequer sei o que te falar a respeito de teu comentário, tamanha a concordância com ele, assim como a admiração que tenho por ti, tua inteligência e maturidade!

      Minhas amiga, me aguarde, se um dia lançares um livro aí pelas terras da Bahia, estarei por aí, custe o que custar..., isso eu não perco!

      Grande beijo!

      Excluir
  17. Esse post ficou perfeito tanto referente ao texto e poema. Também gostei muito do clip de Marisa Monte e Paulinho da Viola não tinha visto ainda.Muito legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jacqueline,
      obrigada por prestigiar nosso trabalho.
      Abraços muitos!

      Excluir
  18. Caraca.....
    Ficou...ficou assim.....
    Bom sem palavras pra definir, melhor dizendo, só uma palavra pode definir...
    Sensacional.
    Beijão a vc e ao parceiro que te ajudou a fazer todo esse encantamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helen,
      obrigada amiga!

      Pelo seu encantamento também!

      Beijinhos :)

      Excluir
  19. Cissa talentosa,

    gostei tanto, mas tanto, que fiquei a reler.

    Prosa e poesia bem casadas.
    O ter tido e o não ter bem expressos.
    É isso, vocês conseguiram a expressão perfeita.
    Na meteorologia da vida a instabilidade é a previsão.

    Um beijo. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, sensibilidade!
      "na meteorologia da vida a instabilidade é a previsão", que frase..., só alguém com muita sensibilidade, não? :)
      Beijos, obrigada!

      Excluir
  20. Bravo! Belíssimo!Querida linda parceria.Parabéns a você e ao Jorge Pimenta.Amei.Tenhas um lindo final de semana.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eloah,
      muito obrigada, amiga! Um lindo final de semana também. Beijos!

      Excluir
  21. Cissa irmãzinha e Jorge Pimenta,
    Prosa e Poesia...
    Que dupla heim!!!!!!!!
    Confesso a voce da minha dificuldade muitas vezes de decifrar metáforas....mas te confesso.... esta inusitada e criativa postagem tocou meu coração.
    Pelo talento dos dois. Pela amizade e por me trazer a certeza que a arte da escrita uniu, mar nenhum separa.

    Deixei uma respota a vc la no meu pedacinho.

    O meu carinho e admiração aos dois!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maninha querida!
      A tua frase: "o que a arte da escrita uniu, mar nenhum separa", está divina!
      Muito obrigada, de coração!
      Tua amizade vale mais que ouro, você sabe disso e ainda me emociona, menina...
      Beijinhos!

      Excluir
  22. Eu só tenho a agradecer por você existir em minha vida
    e compartilhar comigo sua sincera amizade.
    Te agradeço por essa aliança tão linda num laço chamado amizade.
    Eu te prometo fazer tudo para continuar merecendo essa dadiva divina.
    Te prometo dividir contigo todo tempo
    que me for possivel.
    Nem vou falar que Deus te abençoe,
    pois voce já é abençoada e iluminada em todos os sentidos.
    Deus abençoe por cada visita ...
    Um Final De Semana Na Paz E Na Luz.
    Evanir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evanir,
      obrigada, você, pelas visitas frequentes.
      Um final de semana de Luz!

      Excluir
  23. Acredito que as pessoas em certos momentos de sensibilidade, conseguem transparecer em palavras coisa inexpressiveis para momentos comuns. Quando leio uma coisa que me toca profundamente, encontro uma paz,desmedida, infinita, que sempre me faz ler mais e mais até descobrir o valor das frases como um todo, como um texto. Uma parceria muito bem feita com otimos blogueiros não poderia atender tanto as expectativas. Parabens a Jorge Pimenta e Cissa por um texto tão sublime e cativante.

    Abraços aos dois !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victinho,
      amigo-maninho,

      Você sabe que respeito muito seu trabalho, e seu comentário não deixou por menos, obrigada, colega publicitário!
      Beijos para ti e a Aninha querida :)

      Excluir
  24. Cissa /o/
    Essa sua parceria com o Jaime rendeu um excelente fruto!
    Que belo texto-poema!
    Quem dera eu soubesse escrever assim!
    Ah eu vou indo e vc? Espero que esteja tudo bem por aí.
    Então kkk eu ri com vc falar de "cosplay menina" até porque a maioria dos cosplayers da sessão foram feitos por garotas! Isso é myio comum quando o personagem tem traços andrógenos.
    SéOlha aqui eu também ando na maior correria...e pior é asaber que o trampo já tá tenso e o ano mal comçeou!!!
    Mas tente não sumir do blog hein?? É possivel dar jeitinho pra tudo ^^. Eu preciso aprender aq escrever cronicas...realmente preciso aprender.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tsuuuuuuuuuuu!!!!

      Esta parceria é com o Jorge Pimenta!

      Beijos, moça!

      Excluir
  25. Que bela dupla luso-brasileira!
    E vamos lá...
    Papel, tinta, separação... Tempos de outrora - aqueles momentos em que tudo era tão fresco e excitante como o 'receber do jornal matinal com cheiro de café'. Uma música? Manhattan Skyline do a-ha!
    E esses amores que envelhecem, bem sei... E essas Polaroids da minha vida [mente] traem-me – não deveria haver negativo, mas eles estão lá... Sempre! Lembranças que poderia esquecer... Gostaria de ter essa câmera sem negativo e o olhar pretérito.
    E essa estrofe cortante? Frutos da verdade de meias-mentiras...? E então, eu vi uma vida fantasiosa que eu criei há um ano - e um filme passou em minha frente... Essa parte doeu, pois as verdades doem, principalmente em forma de poesia...
    E notícias sobre o tempo... O tempo de outrora... E, lendo esse belo texto, mesclado com ritmo e narrativa, gostaria que a minha história fosse ao menos assim - uma conto verdadeiro... Só que a história foi unilateral.
    Querida Cissa, não tive como escapar da comparação com uma das histórias da minha vida [e eu acho que ao ler o que eu escrevi, cê vai lembrar da 'peça' chave do caso.].
    Fluiu como a água da chuva que encontra o rio.
    Beijos, miga!
    Tcy
    P.S: bela escolha musical para o texto. Tocou-me - solidão e desilusão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ticy, minha miga!

      Obrigada pelo comentário!
      Você entrou na viagem de nossos escritos!
      Lembrei-me de ti, com certeza...

      Beijinhos, te cuida, tá bom?
      Qualquer coisa, me dá um toque :)

      Excluir
  26. Nossa Cissa
    Um enlace perfeito entre a prosa e poesia. Se já admirava o grandioso talento de Jorgíssimo, você também arrasou na parceria.
    Cada um na sua individualidade,mas uma interação perfeita e surpreendente.
    Parabéns, talentosa amiga.
    Beijussss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisa, querida!

      Obrigada.

      É sempre bom no construir literário tentarmos coisas diferentes, não?

      Grande beijo!

      Excluir
  27. Oi Cissa,

    Parabéns as dois autores, ficou perfeita a parceria!

    Entre tantos retalhos a se emendar, um homem, uma mulher e o tempo a exercer a sua soberania.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leila,
      obrigada.
      O tempo, os tempos..., sempre na marcha deles, e por aí vamos, o que nos define e se nos define.
      Beijos!

      Excluir
  28. Nem sei o que dizer (rss). Ambos, excelentes em seus campos personalíssimos, se unem para nos apresentar uma soberba postagem. PARABÉNS!!!!!! Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilene,
      muito agradecida.
      Sua opinião é e sempre foi importante neste espaço, já te falei isso, não é nenhuma novidade, mas repito.
      Grande beijo!

      Excluir
  29. Caramba Cissa e Jorge! Que legal! Que texto maravilhoso. Puxa vocês capricharam... Ficou muito bom!
    É como se o All Pacino fizesse um filme com a Julia Roberts! Ficou demais!


    Parabens, tenho orgulho desses meus amigos!

    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dedé,
      rsrs

      só acho que o Jorge tem mais de 1.70m de altura,
      se eu também sou mais alta que isso :)

      rsrs

      Amigo, muito obrigada, alguém dizer que tem orgulho de mim é o auge, queira saber...
      estou em lágrimas neste momento!

      Fiquem com Deus também! Você, a Bonitona e o Bonitinho!

      Excluir
  30. Cecilia, minha querida...
    Vim correndo!!!
    Alegrou-me sobremaneira a sua visita!
    Muito grata!
    Encantou-me o seu espaço...
    Tudo lindo, aqui!
    Virei sempre.
    Abraço apertado e beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zélia, que bom!

      Uma nova amiga simpática por aqui!

      Também estarei sempre por lá, gostei muito de seu espaço: inteligente, sensível.

      Abração apertadãoooo e beijinhos!

      Excluir
  31. Passei para desejar um ótimo fim de semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge Luiz,

      tenha um excelente final de semana também, para ti e tua família!

      Excluir
  32. Um texto que impressiona pela beleza e pela perfeiçõa.Parabéns aos poetas.Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arnoldo, dos Haicais e da essência!

      Muito obrigada, amigo. Já sabes o quanto admiro teu trabalho.

      Beijos!

      Excluir
  33. Oi, Cissa.
    Está bonita a parceria.
    Depois eu volto para comentar.
    Tenho que viajar agora.
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evaldo,

      boa viagem!

      Esperto-te então. Seus comentários são sempre muito aguardados. Ficarei esperando com uma xícara de café mineiro recém-passado!
      Uai!

      Abraços!

      Excluir
  34. Cissa querida,

    Que trabalho fantástico vocês fizeram!
    A interação foi perfeita. O texto poético está maravilhoso!

    Parabéns aos dois pelo talento!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verinha, querida!

      Sempre tão carinhosa. Muito obrigada.
      As irmãs Verinha e Marilene do meu coração!

      Êta duplinha boa essa!

      Grande beijo

      Excluir
  35. Ana, parabéns a você e a Jorge Pimenta pela beleza de texto. Talento, quando se juntam, o resultado é exageradamente belo. Um grande abraço e minha admiração e respeito pelo trabalho a ambos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo César,
      amigo da comunicação!

      Obrigada pela participação frequente por aqui.

      Seu blog está muuuuuito bom. Pautas excelentes! Percebe-se um jornalista editando, é fato.

      Abração!

      Excluir
  36. Ana é uma pena eu nao ter tempo para acessar seu blog como tinha antes. Mas sempre que posso dou uma visitinha, pois eu adoro ler seus contos e suas histórias!

    Valeu pelas visitas e comentários, desejo tudo de bom pra vc tbm nesse novo ano que se inicia!

    Bom fim de semana.

    jornalismoemfoco.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando,
      amigão!

      Sei de suas limitações, mas a vida é assim mesmo.

      Falei aqui em cima com um comunicólogo, e aqui, com um futuro comunicólogo, pois teus textos muito bons, já te disse isso, para jornalista formado nenhum colocar defeito!

      Ótimo fim de semana!

      Excluir
  37. Cissa o/
    Ai caramba!! Sério que eu cometi esse deslize?? Meu Deus! Definitivamente eu não posso ficar no pc até tarde depois de um dia cansativo de trabalho, vou acabar fazendo besteiras kkkkkk. Que vergonha!!!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tsu,
      já sei...
      você está é apaixonada, heim?
      rsrs

      Beijinhosss, no problem! :)

      Excluir
  38. O tempo desbota tudo, sentimentos, emoções, saudades e tinta no papel...
    Adorei o poema à dois corações, Ciça e Jorge! Prosa e versos!
    "A retina colheu grifos desordenados no que restara do papel areia. Nele, uma breve notícia sobre o tempo...
    em cada dia de amores tristes:
    envelhecem retinas
    algures nos recortes sépia das notícias
    dos homens
    dos jornais de vida
    dos olhares pretéritos."
    Parabéns aos dois.
    Beijokas doces e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marly, querida,
      Adorei a tua edição da prosa e da poesia, de fato há um complemento.

      Muito obrigada.
      Beijos e ótimo fim de semana!

      Excluir
  39. que grande encontro; eis o tempo ao seu tempo revolvido,


    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assis, grande poeta!

      Somente agora entro em contato com seus poemas, não me arrependi, apenas em demorar para conhecer seu trabalho.

      Muito obrigada pela presença,

      grande beijo!

      Excluir
  40. Querida Ana Cecília, vou repetir aqui o que já disse lá no Jorge: AMEI o que resultou da parceria de vocês!

    Li por lá, e tornei a ler aqui, pois realmente ficou muito bom, e coisa boa a gente vai lendo, lendo, e não se cansa.
    :)

    Beijão pra você, menina.

    Tenha um lindo e feliz domingo.

    Cid@

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cida, Cidinha!

      Obrigada queridona!
      Que bom que proporcionou uma leitura agradável.

      Beijinhos para ti e a turminha.
      Um ótimo domingo a todos!

      Excluir
  41. Cecília,

    Me amarro numa erudição vernacular, gostei. Ih, o vernacular deu grifo de erro pelo corretor ortográfico Blogger!
    As metáforas são um campo especulatório aberto a erro, dependem do contexto: ficcão pode um monte de interpretação, realidade depende mesmo do contexto.

    Agora, vou ouvir o vídeo; sou fã da Marisa Monte e também do Paulo Cesar da Viola, de quem assisti uma apresentação no Teatro Rival, quando eu morava no Rio.

    BjóKawanami

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos,

      estava aguardando as tuas palavras. Gosto e respeito muito de teu trabalho, principalmente nos sonetos.
      Muito agradecida!

      Assistiu Paulinho da Viola, rrrrr... inveja! :)

      Beijos

      Excluir
  42. Tenho esta música gravada num disco do Paulinho intitulado Dança da Solidão. Com a Marisa junto, ficou ainda melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos,
      a que tenho, talvez seja a mesma versão a que te referes, é no disco da Marisa Monte. Ficou melhor, sim!

      Beijos

      Excluir
  43. Cecília/Jorge, que posso dizer? Excelente! Muitos parabéns a ambos, são duas pessoas que admiro muito neste mundo da escrita. É um previlégio poder dividir diariamente o meu tempo com almas como as vossas.
    A musica escolhida é linda.

    Um beijinho e um abraço do tamanho do mundo para os dois.
    cvb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cecília, querida amiga!

      Muito obrigada pelas palavras.
      Para mim também é um grande privilégio dividir o meu tempo com sua alma.

      Postei este comentário lá no blog do Jorge.

      Grande beijo :)

      Excluir
  44. Respostas
    1. Fred Caju,

      afiadas na prosa e poema!

      Obrigada.

      Excluir
  45. Um espetáculo este texto em prosa e verso se harmonizando em uma cena poeticamente descrita na exatidão da intenção de cada palavra. Usarei duas estrofes de um poema de minha amiga e grande escritore Roberta Tostes, que li há pouco e achei que pode dialogar muito interessantemente com este texto:

    "Do tempo, espero
    A nudez de um corpo;
    Transformado em espaço,
    Um rosto.
    .
    .
    .
    Teu corpo ou tua casa
    Mediriam os caminhos.
    Morrer, à sombra da origem,
    No teu lugar, todas as horas."

    Texto completo em: http://sedemfrenteaomar.wordpress.com/

    Abraços a ambos os autores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Celso,
      muito obrigada, amigo!

      Considerando que seus poemas são maravilhosos, estas palavras com certeza tomam uma forma imensa!

      Obrigada por compartilhar os escritos de Roberta Tostes.

      Beijos

      Excluir
  46. Olá Cissa,
    Lindo, minha amiga.
    A parceria ficou perfeita e maravilhosa.
    Parabéns aos dois poetas!
    Deixo meu carinhoso beijo para você.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paraguassu,

      obrigada, garota!

      Um carinhoso beijo tricolor gaúcho rsrs :)

      Excluir
  47. Comentário de minha amiga:

    Gina Dantas Vieira, (via facebook):

    Encontrar uma parceria nas artes é encontrar um tesouro!! E só pode ser bem sucedida quando não há conflitos de egos, mas humildade e muito amor pelo que se cria!! Muito legal!! ^_^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks, Gina!

      Já te agradeci por lá, espero que leias por aqui.

      Beijos

      Excluir
  48. Comentário de meu amigo:

    Wagner Anarca, (via facebook):

    o banco
    da massa
    que passa
    o que laca
    de longos encontros
    segredos e monstros
    viajando pelo tempo
    cortando no peito
    contando o que nao e numerico....
    cimento cinzento
    homem de ferro
    boneca de plastico
    banco de asssento
    de amor pulsante
    calado na ausencia
    da mente
    que sente
    que mente
    ausente
    presente
    no jardim da vida
    nas rosas que assistem
    momento de graca
    pessoas que dizem
    o banco da praca....

    ResponderExcluir
  49. Cecília querida
    Impecável, esta parceria. Se melhorasse... estragava :)
    Gostei muito, mesmo. Vou passar lá no blog do Jorge, que não conheço.

    Que o ano continue benéfico.

    Até sempre. Bom domingo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariazita,

      quando puder aparecer por lá, será muito bom, o Jorge é um poeta maravilhoso, poderás verificar isso.

      Beijinhos.

      Excluir
  50. Cissinhaaaaaaa, voltei para dizer que não consigo entrar nos comentários do Jorge.
    Sabe se está com algum problema, lá no blog???

    Beijão, querida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariazita, querida,

      não é a primeira pessoa que me diz isso, vou postar teu comentário por lá, tudo bem?

      Beijão

      Excluir
  51. Parceria voraz essa!

    Ficou bem ritmada e coerente.

    O mais difícil de fazer poemas ou contos ou seja lá o que for, em parceria com outra pessoa é não deixar a obviedade de quem escreveu o quê. Claro que traços de escrita e personalidade fica registrado de cada um, mas mesmo assim não fica óbvio. E isso é o mais massa!

    Beijão!
    ----
    Site Oficial: JimCarbonera.com
    Rascunhos: PalavraVadia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jim,
      amigão! Gracias!

      Os traços da personalidade da escrita foram marcados em função da prosa e poema, tão somente, mas creio, teve uma ligação bem boa.

      Beijão!

      Excluir
  52. Muito.muito show!!Aplausos de pé!!
    Assustou-se com o gatinho? rs...eu me assusto com crianças famintas pelas ruas.
    beijinhos de luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soninha,

      obrigada srta. Minnie! rsrs

      Espero que esteja tudo bem com vocês.
      Beijinhos de luz!

      Excluir
  53. Oi, ana! Vim conhecer seu espaço através do blog da Van, adorei e virei seguidora. Parabéns aos dois pelo texto!
    Um abraço!
    www.revoltaeromance.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia Hain,
      seja bem vinda!

      A Van é show, não é mesmo?
      Já conheço teu blog, obrigada.

      Abraços

      Excluir
  54. Lindo, lindo!
    É de uma intensidade assustadora, juro! Que venham mais textos com com parcerias como essa, será maravilhoso!

    Muito obrigado pelo texto.

    Abraço (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel,
      obrigada, amigo!

      Adorei o "intensidade assustadora"!

      Abração.

      Excluir
  55. Li o poema no blogue do Jorge, mas não consegui comentar. É um belo poema que prima pela coerência linguística, não havendo hiatos entre as palavras de um e de outro dos poetas.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lídia Borges,
      seja bem vinda!

      Vou postar seu comentário lá no blog do Jorge, desta forma ele tem contato com sua presença.

      Grande beijo!

      Excluir
  56. Primeira vez que visito o seu blog...
    Cheguei até aqui pelo blog do Jorge e gostaria de registrar o quanto gostei dessa parceria. Inclusive, já fiz uma postagem no blog dele.
    Um abraço e muitas felicidades.
    Roberto, Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto,
      muito obrigada! Tentamos caprichar rsrs

      Já dei uma olhadinha em seu blog, de fotografias!

      Volto lá daqui há pouco.

      Beijos

      Excluir
  57. Um passadinha para te desejar uma boa semana, Cissa, e ouvir Marisa Monte de novo. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, sensibilidade!

      Ótima semana para ti, garota!

      Fique à vontade, pode ouvir rsrs

      Beijos!

      Excluir
  58. Só vim rapidinho pra dizer que cheguei e voltarei para ler as postagens com o carinho que vc merece! Estava com saudades dessa garota insônia...

    Estou cansadiiinha e vou ali horizontalizar o esqueleto! hehehe

    Bjksss
    Câmbio, desligo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joicy!

      Garota Insônia 1, que bom que voltou!

      Vai lá "horizontalizar o esqueleto" rsrs

      Beijinhos, câmbio desligo!

      Excluir
  59. Oi Cecília,vim aqui prestigiar o seu blog como prometi naquele dia,mas que não pude cumprir de imediato porque o meu marido está muito doente. Belíssima parceria,eu literalmente viajei nas palavras e analisei a atual conjectura de minha própria existência.Tão melancólico e por isso mesmo é forte,pulsante,belo.Tivemos uma conversa extremamente íntima hoje que se pudesse ser transcrita por palavras sairia exatamente como o poema. Há um pouco de esperança mas tudo e muito instável.Te confesso que nem vou assistir ao vídeo para não desmoronar e ficar de cama também,como ele,afinal das contas,alguém tem que segurar as pontas e funcionar,gerir a família. Continua me presenteando assim amiga com doses de sabedoria e reflexão,a cada dia mais você se supera! Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha!
      Obrigada, menina!

      Fiquei emocionada com teu comentário...
      estimo melhoras para teu marido.

      Cuida tua gravidez, descansa, tá bom?
      Beijinhos de luz!

      Excluir
  60. Respostas
    1. Lídia, querida!

      Um beijinho e ótima semana!

      Excluir
  61. Que coisa mais linda, Cissinha! Adorei a parceria... o vídeo foi a cerejinha do bolo, fechando com chave de ouro com essa música que eu amoooooooo demais! Acho a Marisa uma linda e sou fã desde adolescente. Também gosto muito do Paulinho da Viola e só posso dizer que esse dueto ficou perfeito, assim como sua parceria com o Jorge Pimenta. Parabéns aos dois... que venham os próximos! ;)

    bjks JoicySorciere => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joicy,

      Garota Insônia 1 - Câmbio!

      Muito obrigada, queridona!
      Nos esforçamos para que o resultado da parceria fosse no capricho.
      Beijos

      Câmbio - desligo ______

      Excluir
  62. Oi Cissa, linda postagem, e uma parceria lindíssima. Ficou excelente, parabéns pra ti e pro Jorge Pimenta.
    Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Smareis, querida amiga!

      Muito obrigada pelo carinho e a presença.

      Beijinhos e ótima semana!

      Excluir
  63. Oi Cissa!
    Já piso pela primeira vez no seu blog e me deparo com uma parceiria incrível! Post nota 10! E o vídeo no fim não decepciona nem um pouco :)

    Fiquei um pouco lisojeado com esse comentário no meu blog ^///^

    Pois é, muita coisa aconteceu na minha vida até agora, eu falaria tudo isso em cada post, mas para evitar vários posts que falam quase sobre a mesma coisa é melhor unir tudo em um post só!

    Uma TV de 32 polegadas é uma maravilha! kkkk
    Estou aproveitando mesmo o meu tempo para escrever meu livro, tanto que nestas férias já consegui escrever 3 capítulos e o 4º já está saindo :)
    abração pra você também ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo,
      seja bem vindo!

      Você só tem 16 anos mesmo? rsrs

      Escreve e escreve muito! Ótima sorte no teu livro!
      Abraçãooo

      Excluir
  64. Respostas
    1. Iahuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!

      PRESENTÃO, Mulher MAravilha!

      Beijosss

      Excluir
  65. Lindinha..meu computador ta um lixo..tive que excluir...vou tentar postar de novo..desculpa!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No problem! Sem pressa!

      Beijinhossss de felicidade!!!!!!!

      Excluir
    2. Agora sim..rsrsrs

      beijinhos...espero que goste. Eu amei!!!

      Excluir
    3. Yessssssssss!!!!!!!!!!!

      MUITO OBRIGADA

      MANINHA DO CORAÇÃOOOOO

      Excluir
  66. Minha querida loirinha amada!
    Sempre tenho um grau de alegria à mais,quando venho te visitar,te acho o màximo neste universo virtual...
    Sabia que fico feliz quando passa no meu cantinho,parece que tudo se ilumina...
    Esse dueto ficou de bom tamanho,não conheço seu amigo mais deixo meus efusivos aplausos...vc como sempre cheia de criatividade...
    bjs minha linda flor!
    Passa no blog do meu amigo Daniel que tem um poema lindo que ele fez dedicado prá mim...e eu toda feliz!

    http://danielmilagredanieldaniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Severinha,
      Miss Simpatia!

      Obrigada pelas doces palavras!
      Já passei no blog do Daniel.

      Beijoss

      Excluir
  67. Cecília,
    Jorgito é um querido de longa data, um poeta que arranha por baixo da pele. Venho ao seu espaço delicioso com a certeza de deleitar os melhores frutos, pois já tinha dado a primeira mordida no Viagens de luz e sombra.
    Parab´wns e um bj grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ira,
      seja bem vinda. Obrigada!

      Pode morder à vontade! rsrs

      Beijo grande!

      Excluir
  68. Oi, Cissa.

    Obrigado pelo cafezinho.

    Quando me visitares, aguardar-te-ei com um quentinho chimarrão.

    Enquanto olhamos o banco curtido pelo tempo e ouvimos a música da Marisa Monte e Paulinho da Viola, curtimos nossas vidas, lembrando-nos da solidão que às vezes nos assolam e aprendemos com as desilusões, à procura de nunca estarmos sós.

    Tudo passa nessa vida, e teus versos, em parceria com o poeta Jorge Pimenta, nos traz o desejo de sentar naquele banco contigo e contigo prosear.

    Parabéns pelo feito.

    Comunicação feita com tinta, vinda do coração.

    Expressão que versa, e por versar, repele a solidão.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evaldo, meu amigo!

      O banco, a solidão e o quanto que a poesia pode afastá-la...,
      "aprendemos com as desilusões", tens razão amigo.
      Muito agradecida!

      Aceito o chimarrão, e quando vierem por aqui tem churrasco.
      Abraços!

      Excluir
  69. Ana

    Uma parte prosa, da outra poesia, em jeito de conto policial, a crónica é magnifica, muito a meu gosto.
    Por falar em policial, convido a visitar o meu TOP SECRET OLAVO, no mesmo painel.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel Costa,
      obrigada!
      Prosa e poesia, sim.
      Grande abraço!

      Excluir
  70. Ana minha amigona

    fiquei impressionado com a ideia de conjunto que me transpareceu por aqui
    a foto me lembrou da professora de teoria em duas dimensões que dizia para "observar as linhas" hehehe
    Tá lembrada? O nome dela era Bia

    a foto tem as linhas descendentes que convergem para um escuro e vazio da foto. beleza.
    acho que fica bem dentro da melancolia que quiseram imprimir
    estão de parabéns, abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edu,
      amigão! Não me lembrava do nome dela não, mas do "observar as linhas", com toda certeza. Muito me incomodei com isso, hoje observo todas as linhas rsrs

      Observei as linhas descendentes da foto do Jorge, com certeza, e deu um encanto a mais na melancolia proposta sim, também a ideia de recolhimento, de limo, solidão, algo que ficou para trás.
      Brigadão! Abraços!

      Excluir
  71. Isso Cissa! Aquele conto eu já tinha postado, mas modifiquei quase todo ele.

    Na real a ideia e a estrutura ficou a mesma, mas acrescentei uma forma de escrita diferente.

    Estou arrumando vários contos do passado e adaptando para minha escrita atual.

    Ele está em forma de poema no livro Insana Loucura.

    Beijãoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jim,
      pois é, percebi que já havia lido aquele conto, mas está diferente mesmo, eu diria, melhor. Com passagens de tempo definidos. Tri!

      Beijãoo

      Excluir
  72. Olá Cissa, sábado passado sofri um pequeno acidente na minha bike e quebrei meu braço esquerdo, por isso estou impossibilitado de digitar com as duas mãos, mas pra semana eu acho que retiro o gesso e volto a comentar com calma.

    Abração pra ti e já passei no blog do nosso amigo Pimenta para prestigiar essa bendita parceria, parabéns minha amiga, lindo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, meu amigo de fé!

      Obrigada pela atenção. Muito obrigada mesmo!
      Você sabe que sua presença para nós é essencial.

      Fique com Deus.
      Abraços para ti e a Michel!

      Excluir
  73. Saudações, Cissa
    venho agradecer sua visita e comentário lá no aosabor
    as parcerias que o Jorge faz são sempre de apreciar e com você é mais uma
    deixo aqui um pouco do que deixei lá no viagens do Jorge


    e vemos as notícias do tempo na fotografia, o banco de pedra que durará por muito ainda levando a assentar, pousar outras vidas e pelos musgos e matinhos, vidas dos pequenos seres


    lendo vocês me vem sobre a durabilidade, o tempo de vida ou de existência que tudo tem, seja a vida pulsante ou das coisas materiais, é fatal.

    beijos, pra você, Ana Cecília e parabéns pelas escolhas de vocês, Marisa Monte com sua belíssima voz e Paulinho da Viola nesta Dança, excelente, maravilhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vais, querida!
      Eu que te agradeço pela presença bonita e cativante.
      O tempo que tudo acompanha e tudo passa...inevitável esse tempo.

      Obrigada por tudo!
      Música linda mesmo!

      Excluir
  74. Ceci querida....

    parabéns pelas palavras,..belíssimo texto. Percebo que a parceria foi sábia e rendeu bons frutos!!
    Viajei em cada frase, em cada momento de cada palavra. Adorei!!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Baixinha,
      minha querida amiga!

      Obrigada!
      E o café no Steve Martin, nos encontramos, tá bom?
      Já marco, muitas coisas para colocar em dia! :)

      Beijosss

      Excluir
  75. Cecília e Jorge
    dois bonitos poetas
    ao bailar na dança da solidão, e quem saboreia os movimentos é o leitor.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Santiago,
      obrigada pela parte que me toca!

      É a dança da solidão...
      desilusão...
      desilusão...

      Abraços!

      Excluir
  76. Belas palavras amiga, muito bela parceria, imagens do cotidiano, cenas da vida, do tempo, do amor,,,das passagens que nos rodeiam...

    Fico muito feliz com sua visita ao Livro, prazer imenso conhecer, seja muito bem vinda, volte sempre que desejar,,,imenso beijo de carinho e amizade,,,uma bela noite pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Everson, novo amigo!

      Seja bem vindo!
      Trabalho bonito o seu, muito agradecida por suas palavras aqui.

      Belos dias para você.
      Grande beijo!

      Excluir
  77. Cissinha, vindo aqui para dizer que desejo que sua pequena esteja melhor! Quando nossos filhotes ficam doentinhos, ficamos assim mesmo. Como vc disse, desestrutura tudo! bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joicynha,
      obrigada pela preocupação,
      você é um docinho de coco! :)

      A filhota ainda está meio assim...
      veremos.

      Beijão em agradecimento!

      Excluir
  78. Oi Cissa

    fui lá no blog do Jorge, adorei e fiquei por lá.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, querida!

      Obrigada pela sensibilidade, que bom que você gostou, o trabalho dele é muito bom.

      Grande beijo!

      Excluir
  79. CISSA....OBRIGADA POR ENRIQUECER MINHA POSTAGEM!!!!!

    FOI UMA DAS POSTAGENS QUE MAIS ME DEU PRAZER EM FAZER.

    POR ISSO REPOSTEI.

    VC É UMA GRANDE ESCRITORA, UMA BELA MULHER, E UMA GRANDE AMIGA.

    MEU CARINHO....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maaaaaa!!!!!!

      Postagem linda mesmo, não é?
      para mim foi inesquecível,
      fiz muitos amigos que tenho até hoje aqui no Humoremconto e também, mal te conhecia e me prestigiaste com a tua companhia!

      Iahuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!

      Carinhos muitos!!!!

      Excluir
  80. O texto-poema é envolvente, pois eu o visualizei.

    Beijinhos e parabens pela bela parceria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sissym,
      queridinha!

      Que bom que deixou a imaginação percorrer as asas do texto...
      Obrigada!
      Beijinhos!

      Excluir
  81. Hoje vim botar minha loirinha prá dormir,com o meu carinho,pois és merecedora ...Vc é gente fina garota...te amo com muito carinho...dorme menina linda!
    Bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  82. Um belo dia pra ti minha amiga querida...beijos.

    ResponderExcluir
  83. Vi no Cheng que estás com problema com tua filha...Ela está doentinha.virose? O praia,rsrs beijos, fiquem bem,chicaNeno já pegou a dele aqui na

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chiquinha,

      é estomatite, mas o suficiente para desestruturar tudo...
      está melhorando aos poucos.

      Beijinhos no Neno!

      Excluir
  84. Linda poesia misturada com conto! Parabéns, filha! Parabéns ao poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manhêeeeee!!!

      Obrigada!

      Beijos!
      Almoço aí amanhã? rsrs

      Excluir
  85. Sim, eu vi em um cometário do blog da Rose que sua filha estava doente.

    Nem se grila com isso, e agradeço muito as palavras.

    Cuida dela direitinho, e desejo melhoras pra ela!

    Um lançamento é importante, mas nada no mundo se compara a saúde de um filho.

    Beijãooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jim, amigão!

      Putz, gelei com esta tua frase:
      "um lançamento é importante, mas nada no mundo se comparar a saúde de um filho"...

      Muitíssimo sucesso com teu livro.
      No próximo post, vou colocar o endereço do teu site.

      Beijãooo

      Excluir
  86. Thanks for the nice comment on my blog!
    Nice blog you have, I liked it!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Art,

      thank you so much!

      Your blog is very interesting.

      His photos are inspiring.

      Wonderful!

      Hugs.

      Excluir
  87. cecília, minha querida amiga,
    a patrícia, amiga no viagens, deixou-me uma mensagem para ti que transcrevo aqui na íntegra:
    "Bom dia, amigo Jorge. A Cissa foi ao meu blog agradecer o comentário que deixei aqui para vocês, e está me seguindo. Contudo, eu não estou consrguindo entrar no blog dela.
    Avise-a, por favor. Tentei diversas vezes!!!
    Um grande beijo na alma, e fique na paz!"
    beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge, meu querido amigo,

      curiosamente também não consegui acessar quando tentei hoje. Minha resposta já está lá no seu blog.
      Muito obrigada por me manter informada.

      Beijos!

      Excluir
  88. Achei belíssimo...
    Acho simplesmente maravilhoso quando um poema se torna algo além de um amontoado de palavras e consegue de alguma forma mágica nos tocar... lembro de ter lido que a real experiência artística acontece quando há um encontro, ou até mesmo um choque entre o que está na alma do artista e daquele que se interage com sua arte... Este poema me proporcionou isso...

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. J. Bruno,
      muito obrigada!

      Gostei da tua definição sobre o "choque entre o que está na alma do artista e de quem interage com a arte".

      Abraços!

      Excluir
  89. Cissa!
    Que lindo esse poema fotografado e musicado!
    Me deixou sem ar,não tem palavras para expressar,e arte não precisa de definições ,não é mesmo?
    Beijos de luz,vc me inspirou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Harah, queridona!

      Realmente, a arte não precisa de definições.
      Obrigada pela presença, sempre muito esperada!

      Beijos de luz!

      Excluir
  90. Olá, estou aqui para lhe dizer que me apaixonei por seu blog, por suas palavras.
    Já estou te seguindo querida, estou esperando um novo post (rsrs).

    Beijinhos.

    http://unaparolasola.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lolita Dulce,

      obrigada!
      Já passo por lá para conhecer seu espaço.
      Beijos!

      Excluir
  91. Olá Cissa tudo bem?

    E a sua filhinha melhorou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dedé,
      obrigada amigo pela preocupação.

      Ainda está com dificuldades para comer (estomatite).
      Abração!

      Excluir
  92. Oi Cissa,

    Obrigada pelo simpático comentário. Claro que também irei lhe seguir e não por menos...!!

    Sim, você e o Jorge, formaram uma dupla perfeita... Estão de parabéns...!!

    Beijos e fico feliz por eu fazer você lembrar de sua melhor amiga,

    Ana Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Lúcia,
      muito obrigada pelas palavras!

      Simpática é você!

      Realmente, você é muito parecida com minha melhor amiga, claro que só conheço você por fotos, mas achei mesmo muito parecidas vocês duas.

      Grande beijo!

      Excluir
  93. Bom conhecer este espaço e duas pessoas que ainda não conhecia.
    O texto é fantástico.
    Obrigada pela sua visita, Cissa.
    Voltarei.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda,
      seja bem vinda!
      Muito obrigada!

      Gostei bastante de seu texto, leve, bem-humorado e inteligente.
      Beijos

      Excluir
  94. Vim conhecer teu blog. E amei. Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  95. Grata pela visita, Cecília...

    Beijinho com admiração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joelma,
      seja bem vinda!

      Gostei muito de teus poemas.
      Instigantes, interessantes.

      Beijinho com admiração também!

      Excluir
  96. Oi Ciccinha..
    Espero quevtua filhinhaa ja esteja recuperada.
    Estomatite judia da criança.
    Um final de semana tranquilo aa voce!!


    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mazinha!

      Muito obrigada pela preocupação.

      Está tudo melhorando agora.
      Beijinhos!

      Excluir
  97. querida cecília,
    só hoje comecei a agradecer as visitas de tantos e de tão boa gente ao viagens de luz e sombra, por força desta parceria inesquecível contigo. há, todavia, duas pessoas que o bloguer não me permite visitar: a aida rodrigues e o santiago victorez. peço-te, pois, quando te seja possível, que em meu nome lhes deixes um abraço-agradecimento!
    um beijinho para ti com um aceno de até breve!

    ResponderExcluir
  98. querida amiga,
    ruborizo de embaraço... as palavras tecidas em boca de mel que não consegui agradecer à d. Aida Rodrigues são, afinal, as da tua mãe. a única coisa boa que retiro desta gaffe imperdoável é a certeza de que o beijo que queria muito deixar-lhe ser-lhe-á entregue.
    um beijinho, pois, para mãe e filha.
    p.s. D. Aida, a senhora tem uma filha maravilhosa que, além de tudo o mais, escreve bem que eu sei lá... parabéns!

    ResponderExcluir
  99. Boa tarde, Ana. Eu já havia deixado o meu comentário sobre a parceria do Jorge e sua dizendo que realmente havia ficado muito boa no blog dele.
    Sei que o talento de vocês é óbvio, e isso é muito bom.
    O tempo é implacável, e nem tudo sobrevive a ele.
    O que podemos guardar são boas lembranças, não esquecendo de que a vida é feita de ciclos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  100. Minha querida

    Passando para agradecer a visita carinhosa e as palavras doces que me deixou.
    Adorei o seu espaço e vou voltar, porque aqui mora a poesia.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir