segunda-feira, 14 de julho de 2014

Gente-poesia em três atos

Fotografia de Pedro Costa

A criança é a estrela aparentemente mais frágil de todo o céu,
mas tem o estranho hábito de ser a última a apagar-se.
Ana Cecília Romeu in Estrela Medrosa


I. Janela da Poesia

    pouco, ao dar uma oficina de poesia para meninos de 7 e 8 anos, projeto que chamei de “Janela da Poesia”, e idealizei em função dos personagens das Histórias do Condomínio (obra registrada na Biblioteca Nacional) - agora adaptados ao universo infantil -, desfrutei de momentos maravilhosos. Eu também fui um pouquinho criança brincando de Poesia com eles. Um trabalho que partiu da interpretação gestual à produção escrita livre dentro do tema escolhido e sua apresentação individual na Janela da Poesia (cenário móvel), além da produção de frases com rima e livres, criação do complemento de um desenho e sua pintura. O objetivo foi plenamente alcançado, todos brincaram com a poesia em suas várias formas, com ênfase na escrita. A oficina transcorreu de forma espontânea e fluente, porque as crianças são uma Poesia pronta. As crianças são Poesia em forma de gente!
   E o projeto seguirá.




II. Sobre as crianças, Gaza e todos os mundos

As pessoas não querem a verdade.
Luíse Rodrigues da Costa, de sete anos.

   “As pessoas não querem a verdade” – não sei de onde Luíse tirou essas palavras. Mas assim são as crianças: têm a sabedoria da simplicidade e percebem tudo. Fico pensando porque algumas conseguem ter uma infância plena; ao passo que outras têm carência de tudo. Porque algumas vivem aqui; ou lá... Umas são protegidas; outras à mercê. Mas, principalmente, me questiono: que tipo de infância teve pessoas que hoje matam a infância de outras, que assassinam crianças e demais inocentes? Seja em Gaza, seja em qualquer dos mundos...


III. Estrela medrosa

Às crianças por iluminar tantos dos meus caminhos

   A menina olhou as estrelas e chamou sua mãe. Teve certeza de que piscavam para ela. Falou sobre isso e ganhou um sorriso doce como resposta. A mãe colocou-a na cama e fechou as cortinas do quarto. Deu-lhe beijo de boa noite, tocando na ponta de seu narizinho.

   Hoje sei que elas nunca piscaram para mim. Sua vovó não me avisou sobre isso, mas creio que já o percebia. É que na verdade, as estrelas estão dormindo e acendem a luz por medo do escuro.
   A mulher repetiu o gesto de sua mãe tocando na ponta do narizinho de sua filha depois do beijo de boa noite. Deixou acesa a luz do abajur do criado-mudo.




*Editei esta postagem em forma de crônica que está publicada também nos jornais:

Correio do Povo (Porto Alegre)
NH (Novo Hamburgo)
Gazeta do Sul (Santa Cruz do Sul)
Jornal do Comércio (Porto Alegre). 

41 comentários:

  1. Agradeço a todos pela leitura e/ou comentários.

    Abraço imenso!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela JANELA DA POESIA que deve ter agradado e sido sucesso! E quanta simplicidade e inocência nas demais... A Luise falou como gente grande e depois, no último ato, a doçura... Lindo,lindo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente linda sua postagem.Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia querida Ana Cecília.. acho majestoso apresentar a poesia nesta doce idade.. final do ano passado escrevi uma obra infantil toda para elas.. tem poesia.. a turma do chaves.. aos desenhos famosos como tom e jerry.. tio patinhas.. scooby doo.. zé colmeia.. e tantos outros..
    as crianças tem que ter acesso a coisas assim.. muitas fogem da poesia quando crescem pq não lhe é mostrado de pequeno..
    tenha uma lindo dia minha amiga.. até sempre bjs

    Lapidando Versos

    ResponderExcluir
  5. Ana, o teu trabalho está muito bom com as crianças. A guerra daquele lugar é desde a Antiguidade, é tradição deles, é costume, ô mania feia.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ana.
    Grande trabalho esse de levar poesia aos pequenos, para que eles consigam ver que o mundo é do tamanho de nossa imaginação.
    Realmente as crianças conseguem ver o mundo e as demais pessoas como eles realmente são e é uma pena que tantas delas tenham seus sonhos, infância e felicidades arrancados pela falta de amor de alguns adultos que substituem todas as emoções por ódio infundado.
    Por coincidência ou não, assisti hoje a um anime dos estúdios Ghibli chamado Sussurros do Coração, que, assim como toda animação feita por aquele estúdio, reúne emoção, sensibilidade, carisma e sutileza, qualidades que fazem muita falta às crianças e jovens de hoje.
    Abraço e uma ótima semana pra ti, Ana.

    ResponderExcluir
  7. Olá,Boa noite,Cissa
    Bem, por aqui? Saudades, também! Estou entrando muito pouco no Face!
    Janela da Poesia-A poesia influi na imaginação, nas emoções, nos sentimentos, revela a natureza e o mundo interior e...revela a própria vida...assim, quanto mais cedo as crianças tiverem contato com a poesia, um novo caminho de escalada vai ser abrir, pois as impregnando de poesia... a visão vai se abrir, o perceber vai se alargar, as vivências vão se intensificar, e principalmente,o enriquecimento dos valores...parabéns pelo "trabalho"...
    As pessoas não querem a verdade, em qualquer dos mundos...-sim, as crianças tem a sabedoria da simplicidade e percebem tudo...e nós , quando ocorre algo que nos incomoda profundamente, há a tendencia a não aceitar esse ocorrido, ou de modo incorreto. Até mesmo fantasiando o que houve na tentativa de distorcer e minimizar assim, o impacto ...e não percebemos que a infância está subjetivada à vontade dos adultos e da própria infância...então se chega à conclusão de que praticamente não se faz nada contra aqueles que "tiram" a infância das crianças... apenas criaram-se discursos, lembranças e subjetividade...
    Estrela medrosa-acabamos olhando pra nós mesmos e vendo o quanto somos tão complicados à ponto de vivermos escravos de nossos próprios caprichos e medos. Num mundo de medos, pavores e dúvidas, a sabedoria infantil é um refresco para nossa constante evolução e maturidade...
    Obrigado pelo "arrastão"...pelo carinho,belos dias,beijos,t+!

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pela presença e pelo constante carinho. Oportunamente, retornarei para ler sua postagem, com a atenção que merece. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilene, agradecida pela presença,
      não se preocupe em retornar, tá bom?
      Ficarei rezando por vocês.
      Um abraço imenso!

      Excluir
  9. Parabéns Ana. É sempre um aprendizado para nós adultos poder entrar no maravilhoso universo das crianças. Mais, poder conviver neste mundo delas e passar através do encantado das letras tudo de bom que pode contribuir na formação de suas vidas. É divino isso!

    ResponderExcluir
  10. Olá Cissa,

    Parabéns pelo lindo projeto. Uma maneira genial de despertar talentos e a sensibilidade das crianças. Luíse, por sua vez e na sua simplicidade e inocência, já mostra sua perspicácia e sabedoria.
    Desculpe-me por não me alongar no comentário. Não me sinto legal para comentar no momento.
    Agradeço-lhe o carinho e a solidariedade. Imensamente grata.

    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecida pela tua presença, Verinha.
      Ficarei rezando por vocês.
      Um abraço imenso!

      Excluir
  11. Quanto poesia cabe na vida das crianças e quanta falta na dos adultos... temos de buscar, urgentemente, a criança poética que ainda existe dentro de nós e transformar este mundo, definitivamente, num lugar melhor para se viver! Parabéns, Ana!

    ResponderExcluir
  12. Anita, as crianças são o futuro, mas também o presente.
    Parabéns, bela proposta.

    Besos

    ResponderExcluir
  13. Maravilhoso trabalhar o lado cognitivo destes seres lindos que são as crianças. Que bom seria se todas podem usufruir de trabalhos assim. Parabéns por levar a poesia para felicidades dos futuros adultos.

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga Ana Cecília
    Imagino o prazer que lhe seu essa experiência!
    Eu adoro crianças, e sempre gostei do contacto com elas. Tenho 9 netos, como sabe (?) e todos foram criados por mim até os 2,5 / 3 anos - dependendo da idade que tinham na altura de ir para o infantário. E como tenho saudades desse tempo!!!
    Acompanhar e apreciar, e até ajudar, a formação da criança é muito gratificante.
    Gostei muito de seu texto.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Parabéns por esta iniciativa: "As crianças são a Poesia em pessoa" Verdade! É mais fácil cativar a gente miúda para as palavras em rima do que muitas vezes, os adultos...que acham que é uma seca....
    A Poesia, desde o berço, pode ser o meio de, no futuro, ultrapassar muitos obstáculos.
    Um beijo carinhoso.
    Graça

    ResponderExcluir
  16. Simplesmente encantador, como tudo que seu coração faz.
    A simplicidade da criança, falta muitas vezes em nós que adoramos complicar tudo.
    Lindo seu texto querida Ana Cecilia, amei, um abraço carinhoso cara amiga.

    ResponderExcluir
  17. Ana Cecilia,que encanto de projeto! Amei a reflexão das crianças:eles tem cada sacada de cair nosso queixo!...rss...parabéns! bjs,

    ResponderExcluir
  18. ------------------------------------------- EM PAUSA -----------------------------------------------


    No retorno, desmodero os próximos comentários.

    Abraço imenso!


    ------------------------------------------- EM PAUSA -----------------------------------------------

    ResponderExcluir
  19. Cissa querida,

    Parabéns pelo projeto, pela ideia, por usar seu dom como semente. Precisamos disso! Precisamos cuidar em todos os sentidos de nossas crianças para que tenhamos vivos nossos valores, nossa cultura e nossas raízes. Muito legal!!
    Que a iniciativa continue e te realize!
    Abraços

    Leila

    ResponderExcluir
  20. Nossa Cissa! Que legal essa postagem e esse projeto!

    Muito bom minha amiga!
    Tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
  21. Oi Cissa, queridona
    Primeiramente parabéns pela iniciativa, as crianças são mesmo uns seres maravilhosos, eu sempre digo isso! E são muito mais espertas do que pensamos. Imagine uma criança sendo sua filha, só pode ser a Luise! kkkk. Que menina esperta! Em segundo lugar, quero te dar os parabéns por mais um texto gostoso de se ler!
    Bjos. queridona!

    ResponderExcluir
  22. Nossa, Cissa, que belo trabalho! Crianças não se policiam e estão abertas para o aprendizado, quando este chega através de projetos louváveis como esse. O contato com a poesia é mágico nessa fase da vida.
    Surpreendente a colocação de Luíse. A capacidade de percepção das crianças é enorme e lidar bem com a verdade é comportamento de sábios educadores, daqueles que conseguem inspirar confiança. Seus três atos foram muito bem elaborados é é um prazer ler o que escreve.
    Renovo-lhe minha gratidão pelo apoio e carinho. Desejo-lhe lindos dias. Bjs.

    ResponderExcluir
  23. Minha querida

    Um projecto maravilhoso. As crianças são um diamante por lapidar. São puras e sinceras.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  24. Cissa, ótimo projeto de levar a poesia aos meninos. Não só levá-la, como ajudar a construi-la numa fase da vida que acho eu pouco tocada pela beleza da poesia. Tenho sensibilidade pelas crianças, porém não levo jeito com elas. Parabéns pelo sucesso da oficina.
    Grande abraço ^^

    ResponderExcluir
  25. Cissa, querida, desejo-lhe maravilhosa semana. Bjs.

    ResponderExcluir
  26. Finalmente vou de férias!
    Confesso que estou necessitado de descansar.
    Desde que vim para Itália, no dia 29 de Maio, tenho dado belos passeios, visitado locais que não conhecia e revisitado outros já conhecidos.
    Mas, a par disso, o trabalho tem sido a um ritmo bastante acelerado, com o intuito de, o mais rapidamente possível, poder regressar a Portugal. Este objectivo ainda está um pouco longe de ser alcançado…
    Agora chegou o momento de gozar férias. E aí vou eu, no próximo dia 14.
    O regresso… é uma incógnita. Quando voltar vos farei saber 
    Para que não me esqueçam… deixo-vos mais algumas fotos do passeio que me foi oferecido como prensa de aniversário…
    Para veres as fotos e o resto do texto… terás que ir ao “DEUSA” 
    Um beijo
    Miguel

    ResponderExcluir
  27. Cissinha,

    pra variar, demorei... mas antes tarde do que muito tarde, não é?

    Olha, eu adorei a "Janela da Poesia". As crianças são curiosas e criativas por natureza e o que acontece quase sempre é que o chamado "mundo adulto" exerce uma pressão tão grande para que as velhas lógicas carcomidas ( a antiga lógica aristotélica, "preto no branco" e sem variações, sem flexibilidade) sejam assimiladas por elas que aos poucos a criatividade vai minguando. A poesia, o desenho, a pintura e outras expressões artísticas devem ser valorizadas em todas as fases da vida, mas na infância é fundamental. E o pior: subestimamos as crianças! As pesquisas mais recentes em neurociências já mostram que os bebês são capazes de lidar com conceitos abstratos e que normalmente são evitados porque as antigas teorias de desenvolvimento (inclusive de aprendizagem) acham que crianças "não entenderiam". Entenderiam, sim, mas depende da metodologia, do modo como certos assuntos são passados.

    E a capacidade de assimilação/percepção que elas têm é fantástica. Não foi à toa que a Luíse sacou essa de que as pessoas não querem a verdade. Sabe onde fui ler isso anteriormente? Em Nietzsche, que se debruçou para descobrir sobre a verdade - naquilo que ele chamou de "vontade de verdade". A Luíse tem a sensibilidade para perceber como as pessoas ficam apenas com a "sua verdade", a de cada um e têm medo de investigarem a fundo o que se passa em seus corações e mentes. Talvez não dê tempo... a depender das condições do lugar, do desenvolvimento, só há tempo para sobreviver e para isso é preciso agarrar-se a uma verdade - da maioria, o que tornaria essas pessoas mais fortes, porque o homem isolado é fragilizado (em determinados contextos). Veja o quanto eu "viajei" nessa afirmação da Luíse. rs

    Enfim, eu aguardo pelas próximas notícias da Janela da Poesia e novos insights das crianças, porque certo estava Pablo Picasso ao afirmar que o ideal de pintura deveria ser o modelo infantil, porque elas pintam livres, espontâneas e só querem se divertir. :)

    Beijos, Cissinha!

    ResponderExcluir
  28. Minha querida

    Passando para deixar um beijinho e agradecer a visita carinhosa.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  29. Olá querida Cecília, que legal o nome que vc deu ao projeto, Janela da Poesia, adorei, as crianças estavam em boas mãos! Parabéns! bjoss

    ResponderExcluir
  30. Cissa,
    Muito legal esse trabalho "janela da poesia". Como é importante desde cedo fazer com que as crianças sintam prazer em brincar com as letras! E de fato a pequena Louise tem razão, as pessoas fogem da verdade e talvez seja exatamente por isso que amo a sinceridade "pura" das crianças!

    Legal retornar aqui.

    Abraços,
    Flavio Ribeiro

    ResponderExcluir

  31. Estou melhor sim, querida Cissa. Para as perdas, resta a conformação e a saudade. Você conhece bem o processo.
    Não passeio pelo face com frequência. Depende do meu tempo e estado de espírito-rsrs. Às vezes até dou uma rolada na linha do tempo para ver as novidades dos amigos, mas nem sempre 'curto', o que não quer dizer que não curti-rsrs.
    Publique quando puder. Estaremos sempre por aqui, aguardando por novas publicações.

    Ótimo restinho de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  32. Mais um final de semana.
    Nesse postei um pouco de mim
    para você começar a me entender .
    E quem sabe você também a partir
    de hoje me veja com mais amor.
    Uma vez por semana minha postagem
    vai falar sobre mim.
    È necessário falar um pouco de mim,
    e acima de tudo acreditar na presença de
    Deus na sua vida,
    quando os caminhos se confundem é necessário voltar,
    começar a vida tudo de novo independente da nossa idade.
    Que , Deus te cubra de benção
    principalmente de onde tudo parou.
    Um abençoado final de semana.
    Aceite o carinho que hoje te dou
    beijos na sua alma linda.
    E muita paz no seu coração ,
    Evanir..

    ResponderExcluir
  33. Obrigada pela presença e pelo constante carinho. Não se ausente por muito tempo desse seu espaço (rss). Bjs.

    ResponderExcluir
  34. OI ANA!
    UM PROJETO LINDO E QUE NA CERTA, A PESSOA MAIS BENEFICIADA COM O EVENTO FOSTE TU.
    AS CRIANÇAS COMO BEM O DISSESTE, TRAZEM NO CORAÇÃO A POESIA PRONTA, OU ELAS SÃO A PRÓPRIA POESIA.
    TUDO DEMAIS POR AQUI.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Querida amiga

    Às vezes as palavras
    se escondem em nossas vidas.
    Então,
    saímos em busca de inspiração
    nos lugares onde a amizade
    se faz preciosa,
    (lugares como este)
    pois são os amigos
    que guardam as melhores
    palavras de nossa vida,
    para nos devolver e inspirar
    quando estivermos distantes
    de nós mesmos...

    Obrigado por sua generosa amizade...

    ResponderExcluir
  36. Olá, Ana Cecília, tudo bem ?

    Passei por aqui, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir
  37. Olá, Ana Cecília
    As minhas férias terminaram… e para assinalar o seu fim publicarei um post, logo, à meia noite. Fico-te aguardando.

    Agradecendo a presença lá no meu blog, deixo um beijinho.
    Miguel

    ResponderExcluir
  38. OI QUERIDA
    Muito bom trabalhar com crianças. E meus parabéns pelo projeto muito sucesso. Um começo de semana bem abençoado para ti. Um abraço
    Ana

    ResponderExcluir